As doenças cardiovasculares são as principais responsáveis pelos óbitos registrados por ano no Brasil. Estima-se que este tipo de doença cause aproximadamente 800 mil mortes. As alterações relacionadas ao colesterol contribuem fortemente para essa alta estatística, e um dado preocupante relacionado ao assunto, é que cerca de 80% da população não possui conhecimento de que os níveis alterados de colesterol podem causar um ataque cardíaco.

O que é o colesterol? E qual sua importância?

O colesterol é um conjunto de gorduras, que fazem parte da estrutura das células de alguns órgãos, sendo essencial para o funcionamento destes e necessárias para que o organismo exerça algumas funções essenciais, como: a produção de hormônios e ácidos biliares.

Apesar de necessário para o nosso organismo, é importante lembrar que é preciso ingeri-lo de forma equilibrada para que suas taxas se mantenham regulares no sangue.

Há dois tipos diferentes de colesterol, o HDL (colesterol bom) e o LDL (colesterol ruim). O excesso de colesterol “ruim” se torna um fator de risco cardiovascular, pois este se deposita nas paredes dos vasos sanguíneos e, gradualmente, vai formando uma placa de gordura, que aumenta o risco de ocorrência de infarto, acidente vascular cerebral (AVC), morte súbita e desenvolvimento de doença coronariana. Já o excesso de HDL (colesterol bom), funciona como um fator protetor para doenças cardíacas.

Somente 30% dos níveis de colesterol em nosso organismo são decorrentes de nossa alimentação e os outros 70%, produzidos pelo nosso próprio corpo.

A hereditariedade pode determinar um nível de colesterol alto mesmo em pessoas que tenham hábitos saudáveis, por isso, além da prática de atividade física e da alimentação equilibrada, é importante verificar regularmente as taxas de colesterol no sangue. Em casos de alterações, iniciar tratamento médico o quanto antes. O tratamento é preventivo e tem como objetivo não só reduzir as taxas de colesterol no sangue, como também o risco cardiovascular.

Cuidados a serem adotados para o controle dos níveis de colesterol

Os níveis de colesterol estão intimamente ligados aos hábitos e estilo de vida, por isso listamos abaixo algumas dicas para serem seguidas com o objetivo de controlá-los:

  • Mantenha seu acompanhamento médico e a realização de exames regulares;
  • Evite o sedentarismo e pratique atividades físicas regulamente;
  • Não fume ou utilize dispositivos eletrônicos que visem substituir o cigarro;
  • Evite o consumo de alimentos que contenham gordura Os alimentos que mais aumentam o colesterol são: gema dos ovos, bacon, pele da carne das aves, lacticínios integrais, manteiga, creme de leite, nata, carnes gordas, frituras, salsichas e embutidos.
  • Aumente o consumo de verduras, legumes, frutas, alimentos que contenham ômega 3 (como, por exemplo: sardinha fresca, anchova, atum, salmão e cavalinha), água e fibras;
  • Utilize temperos a base de ervas e azeite, mas com moderação;
  • Consuma diariamente cereais integrais (como: aveia, linhaça e arroz integral)
Colesterol no alvo. Abrace essa ideia e proteja seu coração!
 Redigido por: Enf. Leticia O. Bosso – COREN-SP: 496588