Detecção

É de extrema importância estar atento a qualquer sinal de alerta, verificando se não há alguma lesão que não está cicatrizando, deve-se sempre procurar um profissional da área de odontologia, principalmente para sanar as dúvidas, relatar qualquer sintoma ou sinal fora do normal. Pessoas com risco maior para o desenvolvimento da patologia, como fumantes e etilistas, devem ter o cuidado redobrado e realizar o acompanhamento periódico ao dentista.
Caso seja detectado alguma lesão suspeita, é realizado uma biópsia (exame de retirada de um fragmento da lesão) e o paciente é encaminhado a um médico especialista. Por isso faça o acompanhamento e cuide de sua saúde bucal, ela é importante.

Diagnóstico

Para diagnosticar o câncer de boca, é realizado o exame clínico (visual), mais é imprescindível a realização da biópsia para a confirmação do diagnóstico. É realizado com anestesia local, por um profissional da área. Tomografia, ultrassonografia, podem ajudar no possível diagnóstico, além de avaliar a extensão do tumor.
O exame clínico pode permitir ao cirurgião, determinar a melhor forma de tratamento. O diagnóstico inicial pode permitir o tratamento com melhor resultado, visto que tumores diagnosticados em estágios mais avançados, podem implicar em tratamentos mais agressivos e com maior chances de sequelas.

‘’ A conscientização diminui a incidência do câncer, por isso previna-se e, faça o acompanhamento com um profissional da saúde bucal.”