No dia 29 de outubro é comemorado o dia mundial do AVC, conhecido popularmente como derrame, com a finalidade de conscientizar a população sobre ações preventivas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), é a segunda causa de morte ou incapacidade com sequelas permanentes no Brasil.

O que é o AVC?

É quando ocorre uma alteração do fluxo sanguíneo cerebral, comprometendo as células nervosas, originando uma obstrução nos vasos sanguíneos, chamado acidente vascular isquêmico ou de uma ruptura do vaso, conhecido por acidente vascular hemorrágico.

Fatores de Risco:

Está atrelado principalmente a pressão alta descontrolada e/ou ruptura de um aneurisma, hemofilias, outros distúrbios de coagulação e arritmias cardíacas. No entanto, o tabagismo, abuso de álcool, má alimentação, sedentarismo, sobrepeso/obesidade e diabetes contribuem para o desenvolvimento do AVC.

Saiba como identificar se o indivíduo está sofrendo um AVC, utilizando a técnica simples SAMU:

  • SORRISO – peça para a pessoa dar um sorriso. Se o sorriso sair torto ou se a boca entortar para um dos lados, isso pode ser um AVC;
  • ABRAÇO – peça para a pessoa levantar o braço. Se a pessoa tiver dificuldade, para levantar um deles ou após levantar os dois, um deles cair, isso pode ser um AVC;
  • MENSAGEM – peça para a outra pessoa repetir uma frase ou uma mensagem. Se a pessoa não compreender ou não conseguir repetir a frase ou a mensagem, isso pode ser um AVC;
  • URGENTE – caso o indivíduo apresente um ou mais destes sintomas, ligue imediatamente para o SAMU 192 ou encaminhe para o hospital mais próximo.

Prevenção:

  • Pratique atividade física;
  • Sedentarismo contribui para o aumento de mortalidade;
  • Evite tabagismo, álcool e drogas;
  • Tira um tempo para o lazer e relaxamento, e controle “os gatilhos” do estresse;
  • Mantenha o peso e circunferência abdominal dentro dos padrões ideais;
  • Adicione saúde na sua rotina alimentar, consuma frequentemente farelo de aveia, suco de uva, peixes e soja orgânica. São alimentos com propriedades funcionais e protetoras para saúde cardiovascular.

Prevenção e conscientização é a solução!