No dia 26 de junho é comemorado o dia nacional da diabetes, com intuito de conscientizar a população sobre a importância da prevenção, cuidados diários e tratamento para garantir a qualidade de vida do paciente diagnosticado.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes no Brasil, há mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes, o que representa 6,9% da população.

Já imaginou, se o seu corpo contasse com um sistema de alarme?

Para a diabetes, existe! É o termo pré diabetes e ocorre quando os níveis de glicose no sangue estão mais altos do que o normal, mas não o suficiente para um diagnóstico de diabetes.

Esta condição, é considerável por ser a única etapa que ainda pode ser revertida, com hábitos de vida saudáveis.

Tipos de Diabetes

Diabetes tipo 1: ocorre quando o sistema imunológico ataca equivocadamente as células beta do pâncreas.

Diabetes tipo 2: é o mais comum e frequente em pacientes com diagnóstico de pré diabetes. Ocorre quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz ou não produz insulina suficiente para controlar a glicemia sanguínea.

Diabetes gestacional: ocorre durante a gestação em situações normais. O organismo da mulher se adapta as mudanças, porém, em alguns casos, isso não ocorre, gerando um quadro de hiperglicemia sanguínea (aumento do nível de glicose no sangue).

Fatores de Risco

Diabetes Mellitus tipo 1: um possível fator de risco é a influência genética, onde ter um familiar próximo que tenha a doença, aumenta as chances de você ter também.

Diabetes Mellitus tipo 2: os maiores fatores de risco para diabetes tipo 2, são:

  • Ter o diagnóstico de pré diabetes e outras alterações em exames de rotina, como colesterol;
  • Ter hipertensão;
  • Estar acima do peso ideal, em especial, com gordura concentrada em volta da cintura;
  • Mulheres que deram à luz a bebês com peso superior a quatro quilos ou tiveram diabetes gestacional;
  • Diagnóstico de alguns distúrbios psiquiátricos, como esquizofrenia e depressão;
  • Ter apneia do sono;
  • Fazer ou já ter feito uso de medicamentos da classe dos glicocorticoides por longo período.

Sintomas

Os sintomas gerais do diabetes são sede, fome e cansaço em excesso; perda de peso rápida e involuntária; hálito modificado; visão embaçada; vontade de urinar várias vezes ao dia.

Algumas pessoas podem não apresentar sintoma nenhum.

Quanto mais cedo for realizado o diagnóstico, mais rápido é o tratamento. É importante manter o acompanhamento médico e exames em dia.

Dicas para Prevenção

  • Realize exames de glicemia, colesterol e triglicerídeos e acompanhamento com seu médico, periodicamente;
  • Pratique exercícios físicos regularmente;
  • Coma diariamente verduras, legumes e três porções de frutas;
  • Mantenha o uso dos medicamentos prescritos no horário correto;
  • Reduza o consumo de sal, açúcar e gorduras;
  • Mantenha o peso corporal saudável.