Homens vocês sabiam que realizar o acompanhamento anual com o médico, pode trazer benefícios e também te prevenir de várias doenças?

Como: Cardiopatias, Diabetes, Hipertensão, Colesterol Alto, Obesidade e também do Câncer de próstata?

Você sabe o que é o Câncer de Próstata?

O Câncer de próstata é o segundo tipo mais comum de câncer entre os homens, responsável por 28,6% das mortes que acometem a população masculina, que possui algum tipo de neoplasia maligna. De 1 a cada 06 homens que chegam aos 50 anos de idade, podem ter o câncer de próstata. O câncer de próstata em estágio inicial geralmente não causa sintomas, mas em estágio avançado a facilidade no diagnóstico.

O que é próstata

É uma glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra. Suas principais funções são: Produzir parte do líquido que forma o sêmen, nutrir e preservar a integridade dos espermatozoides.

Os Fatores de risco podem ocorrem com a idade avançada, alimentação inadequada, raça, antecedente familiar que assume grande importância, sedentarismo e obesidade.

Sintomas

Na fase inicial, o câncer de próstata quase não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Urinar frequentemente à noite ou Incapacidade de urinar, sensação de queimação, sangue na urina, urina cortante, forçar para urinar, disfunção erétil, dor óssea, cansaço e dor na região lombar são alguns dos sintomas na fase avançada.

Prevenção e tratamento

Ter o diagnóstico precoce é de extrema importância que pode trazer eficácia ao tratamento. É orientado que os homens a partir dos 45 anos devem procurar um urologista para realizar os exames de Toque retal, PSA (antígeno prostático específico).

A indicação da melhor forma de tratamento vai depender de vários aspectos: o estado de saúde atual, estadiamento da doença, expectativa de vida, quimioterapia, radioterapia e prostatectomia.

Algumas dicas de prevenção podem ajudar

Realizando uma alimentação variada e nutritiva, evitando o consumo exagerado de gordura animal, praticando atividade física que traga bem-estar e prazer, no mínimo 30 minutos diariamente, relaxamento, meditação e yoga ajudam a controlar o estresse. Reduzindo o consumo de álcool, evite de fumar e faça o acompanhamento médico anual.

Fonte: Equipe Multidisciplinar Gestão de Saúde do Grupo Géia