Com o interesse cada vez maior em alimentar-se bem, o consumo de adoçantes artificiais e açúcares menos refinados aumentou exponencialmente, mas afinal, qual é a opção mais saudável e nutritiva?


Açúcar

Benefícios

  • Rápida fonte energética para funções vitais do organismo;
  • Fonte de glicose, importante para um funcionamento cerebral;
  • Confere melhor palatabilidade ao alimento;
  • Não possui gosto residual;
  • Gera sensação de bem-estar e prazer;
  • Fonte de minerais e vitaminas, quando consumido em sua forma mais pura, como o açúcar orgânico e mascavo.


Malefícios

Diversos estudos sugerem que o consumo excessivo está associado ao:

  • Desenvolvimento de comorbidades, como o diabetes;
  • Aumento de peso, sobrepeso e obesidade;
  • Resistência à insulina periférica, ocorre quando o hormônio insulina não cumpre sua função no organismo;
  • Distúrbios pancreáticos, como pancreatite aguda;
  • Possíveis distúrbios de compulsão e descontrole alimentar, devido a sinalização cerebral.


Adoçantes

Benefícios

  • Possuem pouca ou nenhuma caloria;
  • Auxilia no controle glicêmico de pacientes com diabetes descompensada;
  • Não afetam a glicose sanguínea e a resposta do hormônio insulina;
  • Podem auxiliar na redução da ingestão de calorias diárias, desde que inseridos no processo de reeducação alimentar.

Possíveis Malefícios

  • Estudos recentes demonstraram, que o uso indiscriminado e exagerado de adoçantes artificiais, por não conterem calorias, ativam parcialmente, vias cerebrais ligadas ao sistema de recompensa, responsável pela liberação de hormônios que geram sensação de prazer e bem-estar. Com isso, pode ocorrer um descontrole na ingestão alimentar, levando ao aumento de ingestão calórica e consequentemente, maior aporte calórico diário. Além disso, o uso excessivo de adoçantes artificiais está relacionado com o desenvolvimento de disbiose, que é o desequilíbrio da flora bacteriana intestinal, que pode atrapalhar a absorção de nutrientes, gerando carências nutricionais importantes;
  • Alguns estudos sugeriram que os adoçantes artificiais como aspartame, presente nos refrigerantes diet e zero, são cancerígenos e provocam danos ao cérebro, porém os estudos foram realizados em modelo animal.


Orientações

Busque consumir os alimentos e preparações sem açúcares ou adoçantes, aproveite para sentir os aromas e sabores do café, suco de frutas e chás, além de ser mais nutritivo, você ainda garante um menor consumo calórico!

O uso excessivo destes produtos, geralmente está associado ao consumo de produtos ultraprocessados e industrializados, que sofrem adição de açúcar e adoçantes artificiais.

A dica para o consumo destes alimentos é buscar o equilíbrio, procure ter como base alimentar, alimentos in natura e minimamente processado e utilizar as recomendações diárias.

  • Prefira açúcares menos refinados, como mascavo ou demerara, a recomendação é de 5 a 10% das calorias totais diárias, com base em um dieta de 2000 kcal/dia, seria o equivalente a 25 a 50g/dia (sachês);
  • Opte pelos adoçantes naturais, como: stévia, manitol ou sorbitol. Atente-se a ler os rótulos.