Data muito importante para refletir sobre as escolhas alimentares que fazemos. Afinal, estas escolhas estão diretamente ligadas à nossa qualidade de vida.

A prática da boa alimentação e nutrição começa desde o nascimento, com o aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida, passando por este fato, em cada fase da vida (criança, adolescente, adulto e idoso), o ser humano possui diferentes necessidades nutricionais.

Reduzir o consumo de alimentos industrializados e aumentar o consumo de frutas, legumes, verduras e grãos para algumas pessoas não é tão fácil, mas pequenas mudanças na alimentação terão grande valor na prevenção de doenças crônicas como Obesidade, Diabetes, Hipertensão e Dislipidemia.

Para isso, desde 2006, o Ministério da Saúde desenvolveu o Guia Alimentar para a População Brasileira, este guia divide os alimentos em quatro grupos:

1

Alimentos In Natura: São obtidos diretamente de plantas ou de animais

Alimentos minimamente processados: São alimentos in natura, que foram submetidos a alterações mínimas.

Utilize os alimentos acima, como base para uma alimentação nutricionalmente balanceada, saborosa, apropriada e produtora de um sistema alimentar sustentável.

ALIMENTOS PROCESSADOS
PROCESSADOSSão alimentos fabricados essencialmente com a adição de sal de açúcar ao alimento in natura ou minimamente processado. Procure consumir em pequenas quantidades ou como parte de refeições baseadas em alimentos in natura ou minimamente processados.

ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS
ULTRAPROCESSADOSProdutos cuja produção envolve diversas etapas e técnicas de processamento e conservação. Se for consumir, que o faça de forma esporádica, pois estes contém formulações no qual o nosso organismo não está preparado para metabolizar, trazendo prejuízos à saúde.

A ingestão de alimentos saudáveis é essencial para uma boa saúde!

Fonte: portalarquivos.saude.gov.br