Trata-se de uma doença infecciosa febril causada através da picada de mosquitos infectados do gênero Aedes, sendo as principais espécies:

  • Aedes aegypti;
  • Aedes albopictus;
  • Aedes scutellaris;
  • Aedes africanus (Theobald);
  • Aedes luteocephalus (Newstead).

A dengue clássica é a forma mais leve da doença, sendo muitas vezes confundida com a gripe, devido aos sintomas serem semelhantes conforme descrito abaixo:

  • Febre alta (39° a 40°C);
  • Cefaléia (Dor de cabeça);
  • Cansaço;
  • Mialgia (Dor muscular) e Artralgia (Dor nas articulações);
  • Indisposição;
  • Náuseas/êmese (Vômitos);

Esses sintomas têm início súbito e podem durar de cinco a sete dias.
Na dengue hemorrágica além dos mesmos sintomas da dengue clássica, o paciente sofre uma queda na pressão arterial devido à perda de volume sanguíneo, levando aos seguintes sintomas adicionais:

  • Tonturas,
  • Palidez cutânea;
  • Dispinéia (Dificuldade respiratória);
  • Perda de consciência.

A síndrome de choque da dengue é a complicação mais séria e está relacionada diretamente a dengue hemorrágica. Uma pessoa que sofreu choque por conta da dengue pode apresentar complicações neurológicas e cardiorrespiratórias, além de insuficiência hepática, hemorragia digestiva e derrame pleural.

Tratamento
O tratamento indicado para dengue consiste no alívio dos sintomas com o uso de analgésicos/antitérmicos, para controlar a febre e diminuir as dores no corpo. Em casos de Dengue Hemorrágica, em alguns casos, faz-se necessária a transfusão de sangue ou plaquetas, de acordo com o quadro clínico apresentado. Vale ressaltar que durante o tratamento não se deve usar medicamentos que contenham em sua composição o ácido acetilsalicílico, como por exemplo a Aspirina, pois aumenta o risco de hemorragias e sangramentos. Além disso, é recomendado ficar em repouso e ingerir muita água, para que o organismo combata o vírus.
Prevenção
O mosquito Aedes aegypti é o principal transmissor do vírus e suas larvas nascem e se criam em água parada e limpa. Por isso, evitar esses focos da reprodução é a melhor forma de prevenir a dengue!

Evite o acúmulo de água;

Coloque areia nos vasos de plantas;

FIQUEM ATENTOS!