O dia 25 de Outubro é festejado como Dia Nacional da Saúde Bucal. As conquistas da categoria profissional ligadas ao desenvolvimento da saúde bucal do brasileiro.

* 90% da população terá doença bucal ao longo de sua vida, que vão desde cáries, doenças periodontais a câncer oral.

* Apenas 60% da população mundial têm acesso a cuidados bucais.

* 60% a 90% das crianças em idade escolar, no mundo, têm a doença cárie.

* Dor de dente é a razão número um para o absentismo nas escolas em muitos países.

* Embora a carga de doenças bucais esteja diminuindo nos países desenvolvidos, as complicações periodontais estão se tornando mais comum, especialmente em pessoas mais velhas. Principais fatores de risco como o tabaco e o consumo de álcool e uma dieta rica em gordura, sal e açúcar contribuem para uma série de doenças crônicas, incluindo doença bucal.

* O principal cuidado individual com a saúde bucal é a prevenção, com escovação duas vezes ao dia, com creme dental com flúor e visitas regulares ao cirurgião-dentista.

* Há mais de um milhão de cirurgiões-dentistas qualificados em todo o mundo que, usando tratamentos modernos, podem restaurar quase todas as funções e estética de uma dentição saudável. No entanto, eles não estão distribuídos igualmente ao redor do planeta, deixando muitas das regiões mais pobres e mais carentes com menos de um cirurgião-dentista para uma população de 300 mil pessoas.

(Fonte: FDI)

A cárie no Brasil

A cárie dentária continua sendo o principal problema de saúde bucal dos brasileiros.

* Na idade de 12 anos, o índice de cárie é de 56%.

* O número médio de dentes atacados por cárie é de 2,1, com variações por regiões.

* As necessidades de próteses dentais em adolescentes são de 52%.

* Entre os adultos o destaque cabe a uma importantíssima inversão de tendência: as extrações de dentes vêm cedendo espaço aos tratamentos restauradores. Em adultos, as necessidades de próteses reduziram-se em 70%.

Fonte: Ministério da Saúde (Pesquisa Nacional de Saúde Bucal – SB-Brasil )

Hálito puro e sorriso saudável é o resultado de uma boa higiene bucal. Isso significa que, com uma higiene bucal adequada:

  • Seus dentes ficam limpos e livres de resíduos alimentares;
  • A gengiva não sangra nem dói durante a escovação e o uso do fio dental;
  • O mau hálito deixa de ser um problema permanente.

Consulte o seu dentista caso sua gengiva doa ou sangre quando você escova os dentes ou usa fio dental, e principalmente se estiver passando por um problema de mau hálito. Essas manifestações podem ser a indicação da existência de um problema mais grave.

Seu dentista pode ensiná-lo a usar técnicas corretas de higiene bucal e indicar as áreas que exigem atenção extra durante a escovação e o uso do fio dental.

Como garantir uma boa higiene bucal?
Uma boa higiene bucal é uma das medidas mais importantes que você pode adotar para manter seus dentes e gengiva em ordem. Dentes saudáveis não só contribuem para que você tenha uma boa aparência, mas são também importantes para que você possa falar bem e mastigar corretamente os alimentos. Manter uma boca saudável é importante para o bem-estar geral das pessoas. Os cuidados diários preventivos, tais como uma boa escovação e o uso correto do fio dental, ajudam a evitar que os problemas dentários se tornem mais graves. Devemos ter em mente que a prevenção é a maneira mais econômica, menos dolorida e menos preocupante de se cuidar da saúde bucal e que ao se fazer prevenção estamos evitando o tratamento de problemas que se tornariam graves. Existem algumas medidas muito simples que cada um de nós pode tomar para diminuir significativamente o risco do desenvolvimento de cárie, gengivite e outros problemas bucais.

Fonte: Cecom.Unicamp